23.2.11

Do capim gordura a brachiaria II


Cheguei uma hora antes. Coisas de engenharia de transito. Sai na hora viável atrasa, se antes corre o risco de adiantar tanto como uma hora de antecedência, por exemplo. Assim foi. Evaldo sai da sala e depara comigo adiantadissssssssima. Um abraço feliz, perguntas sobre a família, esposa. O corriqueiro agradável.
- Aqui de volta. Faz um ano de toda aquela loucura. Hora de novos exames - brinquei
- Certo – argumentou tranqüilo. O calor está insuportável. Não chove, a plantação padece. O capim fica todo calcinado, o gado sofre.
- No interior também a seca está castigando dessa maneira?
- E, como? Sorte minha ter um caseiro boa gente, preocupado cuidadoso, que aprendeu a importância da terra, da preservação da água, do cuidado com o solo. Da necessidade de alternar o capim para fertilizar a terra. Errei algumas vezes, mas apostei na solidariedade.Mulher e sete filhos.
Tomei como meta três situações: preservar um pedaço da mata atlântica, dar educação aos sete filhos do casal, todos hoje empregados com seus negócios próprios exceto o mais velho que decidiu ficar conosco. Todos casados, com filhos e nós cheios de netos.
Atenta aprendi sobre gados, iogurte puro com a medida certa de B12, Embrapa e suas pesquisas exitosas, homens do campo alfabetizados, formas e tipos de capins, fontes puras ainda preservadas neste Brasil que esquecemos que existe. Como o terreno tem uma pequena inclinação plantamos vários tipos de brachiarias apropriada para o gado.
E, o capim gordura? Meu único conhecido, provavelmente pelo estranho nome.
Foi sendo substituído pelas brachiarias - explicou.
Pena! Pensei no capim de um verde claro que engalanam as estradas que dão à histórica Tiradentes, e apelidamos verde limão capim da estrada. Será que darão lugar as brachiarias?
Que? Perguntou Evaldo.
Nada. Nada.
Encontrou algo? – pergunto sem ansiedade.
Nada. Vamos fazer os exames de rotina. Estes completam a nossa tranqüilidade. Dr. Evaldo cuida a mulher com o mesmo carinho que preserva a terra, salva vidas com dedicação e muito conhecimento. Como a Embrapa pesquisa os segredos dos males que sufocam as alegrias.
Regressando, Eduardo e eu decidimos caminhar, afinal o que é um Km numa tarde de verão depois de ouvir tudo que anseio na vida. O homem ajudando ao homem vencer suas dificuldades, contribuindo com o que está a seu alcance por aquele mundo que sonhamos.

Nenhum comentário:

Arquivo do blog