2.3.11

Que vergonha Emir Sader !

Saber estar no poder é para poucos. A maioria não consegue um equilíbrio entre representar um povo no Legislativo, Executivo e contracenar com seu próprio ego.
Ainda estamos há noventa dias de um novo Governo presidido pela primeira vez por uma mulher – e como se fosse pouco ex-guerrilheira, forte, e comprometida com as reformas sociais no Brasil, e os incautos, inexperientes, na contra mão da história insistem em atropelar a continuidade de uma proposta tão eficaz para nosso País.
Falta de maturidade? Não creio. Todos já passam dos 60 – embora não exista relação entre idade e maturidade política e psicológica. Que o diga os nossos jovens ocupando cargos de suma responsabilidade em contra – partida com a velha guarda do poder público.
Numa entrevista á Folha de São Paulo, espontaneamente, Emir Sader ofende a milhares de família no Brasil e no mundo ao se referir a Ministra Ana de Hollanda – por ser cautelosa, não deslumbrada – como meio autista. Desconhece o Sr. Emir os sintomas que caracterizam o autismo por um lado e demonstra seu preconceito contra as diferenças existente entre os seres humanos. Item dentro da sociologia de suma importância.
Como se fosse pouco Emir dentro da sua superficialidade agredi os conveniados dos pontos de cultura, formados na sua maioria por artistas populares, agentes culturais de “merdinhas”.
Penso que em ambos as situações Emir Sader é incompatível com o Governo da Presidente Dilma Housseff. É a antítese do homem preocupado com o bem estar social. Desagregador. Nenhum pedido de desculpas poderá ser aceito neste episódio desumano, violento neste momento tão especial em que a sociedade civil está tentando se organizar

Um comentário:

ericka disse...

Fico muito preocupada quando vejo pessoas que deveriam estar usando a sua inteligência a influência política em defesa das pessoas, acabam tropeçando em suas vaidades pessoais, afundados na ignorância.
Acredito que o comentário feito pelo Sr Emir Sader a respeito de nossa Ministra a Srª Ana de Hollanda, além de uma ofensa desnecessária e infantil, foi um insulto às pessoas que precisam conviver com a dura realidade do preconceito. Não poderia esperar que uma pessoa com passado político e formação, demosntrasse tanta incapacidade e insensibilidade. Para mim, isso deixa claro que realmente ele não está apto a ocupar nenhum cargo no poder!!!!!!

Arquivo do blog