24.6.12

DE PÉ AMERICA LATINA


De pé América Latina.

Conhecemos de cor as manobras covardes, violentas, podres que estão por trás dos golpes, guerras, destruição de patrimônios inestimáveis da história do homem, do bloqueio, das jogadas sujas do Pentágono.
Vem de longe como diria Brizola. São minuciosamente orquestradas incentivadas pelos vendedores de pátria, profissão rentável para os novos mercenários da história da humanidade.
Como bem argumentou Mauro Santayana .... # Na Argentina, a presidente Cristina Kirchner enfrenta uma greve de caminhoneiros, em tudo por tudo semelhante à que, em 1973, iniciou o processo que levaria o presidente Salvador Allende à morte e ao regime nauseabundo de Augusto Pinochet...
Na Bolivia, o Presidente Evo Morales  enfrenta  um motim de policiais que pedem aumentos salariais...
Formulas obsoletas de desestabilizar governos, tais quais as aplicadas nos golpes militares do século passado, na América Latina na África do Norte e hoje batizadas de ¨Primaveras¨.
Com uma sutil diferença. Sabemos interpretar seus signos, estamos preparados para mobilizar as massas. Já não somos apenas um grupo de jovens sonhadores. Aprendemos muito nestes anos, inclusive a desmarcara-los. Saber reconhecer a fragilidade do império em que estão centrados. Hoje, os ricos somos nós tanto em energia renovável, conhecimento, indústria organizada e sem medo de ser feliz.
Todos os governos da América Latina, e outros países do planeta estão comprometidos com cultura, a diminuição de pobreza, inclusão social, educação, preservação do meio ambiente.
O povo paraguaio deve cobrar de seus senadores, deputados á desordem social. São eles os responsáveis pela ordem, pelo cumprimento da constituição junto com o Presidente eleito pelo povo.
É preciso reverter esta ordem com urgência: responsabilizá-los pelo julgamento sumário, sem direito a defesa, desestabilizando o povo em beneficio próprio.
As águas do Itaipu são do continente Sul Americano. O Petróleo é nosso, incluindo o pré – sal. Todas as demais riquezas pertencem a este continente.
Povo Paraguaio, conte com nosso apoio incondicional. Ditadura é nunca mais mesmo.

Nenhum comentário:

Arquivo do blog