31.12.16

MENINOS EU VI









O verde amazônico deslumbra, ofusca, sugere, acalma, fortalece, e reafirma a vida, sob um céu com entretons de azuis, coalhado de pequenas nuvens brincalhonas; carneirinhos, bolinhas, pequenos elefantes, gotas de chuva, pedaços de algodão, dançam  numa viagem prestidigitadora entre o  alegórico  e a fantasia.
Estamos em Boa Vista, aquela cidade que traz no seu encanto muitas magias.
A tríplice fronteira entre o Brasil, Guyana, e Venezuela extasia os visitantes com sua imponente formação rochosa – o Monte Roraima,  um dos lugares mais antigos do planeta,segundo a lenda apinhando de diamantes. Cada ser vivente tem direito ao seu, sabemos por aqui.
O Rio Branco caudaloso, que não é de Janeiro, mas autenticamente brasileiro, formado pela confluência dos rios Tacutu e Uraricoera corre suavemente onde habita  Iara – a mãe grande das águas doces abençoado pelos  índios Macuxis que enfeitiçam estas paragens.


A cidade  projetada em forma de leque inspirada em Paris, totalmente ao norte da linha do equador, guarda a sete chaves geograficamente, o coração da América.
Tem açaí, cupuaçu, pupunha, mangas, em cada esquina, espécies raras, já não encontradas no sul maravilha. 
Tem gente feliz. Muita gente feliz.  Carregadinho  de gente feliz.
Tem riso, riso e riso. Incluindo o meu  embora forasteiro. Um tremendo riso. 
A felicidade aqui chega nas ondas do vento que balança, balança os cabelos, os galhos das árvores, as saias, os coqueiros, mexe e remexe as águas dos igarapés.
A esperança que abusa  de ser esperança foi construída em  alguns séculos  aprimorada carinhosamente nos últimos quatro anos.

Pode ser este o motivo maior onde bate mais forte todos os desejos. Prospera, rica, fértil é hoje o orgulho do País.
Após quatro anos de uma administração eficiente e bem sucedida, consolidada pelo apoio incondicional da população que saiu às ruas espontaneamente  fortalecendo cada voto - Teresa Surita – mulher, guerreira, arrojada, determinada, moderna, voltada e centrada no hoje – agora - concretizou projetos que permitirão  a construção de um futuro seguro para o povo Boavistense. Será empossada como a 1a. Prefeita com o índice mais alto de aprovação popular do continente Brasileiro.  Parabéns!


..Um velho timbira, coberto de glória, guardou a memória do moço guerreiro, do velho Tupi.
E, a noite, na tabas, se alguém duvidava do que ele contava,

dizia prudente - Meninos, eu vi.  Gonçalves Dias.

Nenhum comentário:

Arquivo do blog